Apresentação da Tariqa Madaniya (Tunísia)

Home Madani-pt Apresentação da Tariqa Madaniya (Tunísia)
الإحتفال بالمولد النبوي La fête d'al-Mawled

الإحتفال بالمولد النبوي La fête d'al-Mawled

A tariqa Madaniya é ligada com a tradição profética através de uma cadeia de transmissão de catorze séculos, passando por Junaid (da escola de Bagdá), Ibn Masarra e a escola de Almeria (Espanha), Abu Madyan (Espanha/Marrocos), Ibn Mashish e Abu al-Shadhili (que recebeu esse nome na Tunísia, onde fundou a tariqa Shadhiliya). Por meio dos discípulos de al-Shadhili (al-Mursi, al-Iskandari), esta linhagem (silsila) se difundiu pelo norte da África. No início do séc. XIX, a tradição Shadhiliya foi revigorada e renovada pelo sheik al-Darqawi (no Marrocos) e por seus discípulos, entre os quais sheik Muhammad al-Buzidi – que foi o fluxo para Ahmed ibn Ajiba (Marrocos) e para Ahmed al-Alawi (na Argélia).

Em 1909, a tradição Shadhiliya-Darqawiya foi estabelecida na Tunísia por Sidi Mohammad al-Madani (1888-1959), que recebera uma robusta educação na mesquita-universidade de Zaytouna (Tunis) e que fora discípulo de M. al-Sadiq al-Sahrawi, o moqadam de Zafir Madani ( -1905) na Tunísia. Sheikh Zafir era filho do sheikh Hasan Hamsa al-Madani, um dos importantes discípulos de Darqawi. Sidi M. al-Madani também conviveu com al-Alawi na Argélia (Mostaganem) por 3 anos, recebendo um intenso treinamento. Ao retornar para a Tunísia dedicou-se aos continuadores de sua tariqa por aproximadamente 50 anos, em Ksibet. Deixou 15 trabalhos (livros e comentários) tratando das ciências religiosas, espiritualidade islâmica e do autêntico sufismo.

Desde 1959, a tariqa Madaniya continua com a direção de seu sucessor, Sidi Mohammed al-Maunawar al-Madani, que devotou sua vida para difundir o sufismo verdadeiro em todas as direções. Devido a seus valorosos ensinamentos, seu consistente conhecimento da sharia e dos fundamentos do sufismo e por seu grande amor pelo Profeta (possa a paz estar sobre ele), a tariqa continua a brilhar no norte da África, na França e está se difundindo por outras regiões.

Assim, o sufismo da tariqa Madaniya (com sua base na Tunísia) está ligado à tradição Alawiya (al-Alawi), Madaniya (al-Sahrawi e Zafir Madani), à renovação de Darqawi e à tradição do sufismo que tem seus fundamentos nos ensinamentos e práticas de al-Shadhili e seus discípulos, que retorna, através de al-Mashishi, ao sufismo da Espanha por meio de Abu Madyan, Ibn Arabi até Ibn Masarra. Ibn Masarra, que foi discípulo de al-Naharayuri (discípulo de Junaid), constitui o primeiro núcleo sufi na Espanha. Desse modo, a tradição Shadhiliya tem sua origem no sufismo clássico e na silsila proveniente diretamente dos sucessores espirituais do Profeta (que a paz esteja com ele). E é o sufismo Shadhiliya-Darqawiya e as instruções de al-Sahrawi e al-Alawi que fornecem os fundamentos para a tariqa Madaniya.

الإحتفال بالمولد النبوي La fête d'al-Mawled

الإحتفال بالمولد النبوي La fête d’al-Mawled

Sentenças de Bistami

  (Trechos de 'Uma luz que cativa', com ênfase em "fana" - a extinção do eu)   * Allah me inspirou o completo esquecimento de meu eu. * Tenho amado a Allah e rejeitado meu eu. * Abandonei o eu e fui sozinho até Allah. * Aquele em quem o eu triunfa, estará entre os...

Notas de Louis Massignon sobre Hallaj

Passagens do texto “Vida de Hallaj”, publicado em 1962 na reedição da obra ”La Pasión de Husain ibn Mansur Hallaj”, de 1922 Hallaj foi condenado a morte em Bagdá no ano 922. E permaneceu como um herói lendário. A ampla difusão dos grandes poemas persas formam...

Fragmentos de Farid Attar

Trechos do cap. 13 da obra “O Livro dos segredos” Na busca toda uma vida passou Neste mar naveguei muito... Todos já foram guias ou seguidores Ninguém conhece o segredo divino Cativos somos... Conhece a Ciência dos Mistérios aquele que conhece os Mistérios E por essa...

O Caminho do Peregrino em Nejmedin Kubra

Fragmentos dos cap. 1-3 do livro “Fawatih al-jamal wa-fawatih al-jalal” / Manifestações da Beleza e Aromas da Majestade Deverás saber que Allah é o objeto de qualquer aspiração, e que o aspirante é uma luz que provém Dele. Cada ser humano tem um Espírito que procede...

Al-Wird

صلاة شجرة الاكوان المسماة بالوظيفة للشيخ محمد المدني القصيبي المديوني Em árabe clássico, o termo “wird” significa a chegada à água para beber. Ele designa também o bebedor e a quantidade de água que sacia a sede do peregrino. Por extensão semântica, esse termo...

Máximas do Sheikh Muhammad al-Madani

Hikam [máximas] é o plural irregular de hikma [[O termo hikma é corânico: Corão: II, v. 123/129, v.146, v.151; III, v.75/81 ; IV, v. 54/57 ; LIV, v.5 ; XLII, v. 63 ; XXXIII, v. 34 ; XXXVIII, v. 19, v. 20, etc. No pensamento árabe especulativo dos séculos IV a X, hikma...